História

História

Saiba mais sobre o Centro Social Paroquial de Nova Oeiras através da sua história.

O Centro Social Paroquial de Nova Oeiras (CSPNO) é uma instituição criada pela Paróquia de Santo António de Nova Oeiras com personalidade jurídica no foro civil e canónico e foi criada em 1996, e instituída como instituição particular de solidariedade social (I.P.S.S) pelo registo na Segurança social 17/2000, reconhecida por Despacho nº 24737 de 24/07/2000.

Iniciou as suas atividades com a valência de Centro de Convívio para Idosos. Posteriormente, por Protocolo com o Banco Alimentar Contra a Fome, sedimentou um trabalho regular de apoio a um número alargado de famílias na comunidade paroquial que se tem mantido até ao presente em razão da necessidade de suprir situações de carência de famílias que vão procurando a instituição.

A vivência quotidiana da comunidade envolvente fez despoletar a necessidade de intervenção noutros domínios, nomeadamente no apoio mais alargado aos idosos.

Assim, em Fevereiro de 2008 foram criadas as valências de Centro de Dia – Espaço Vida e Serviço de Apoio Domiciliário, com o objetivo principal de prestar apoio aos idosos das comunidades Paroquias de Nova Oeiras e São Julião da Barra.

O “Espaço Vida” dá resposta a 33 utentes, e tem uma capacidade de resposta para 40 utentes. O Serviço de Apoio Domiciliário atende 65 utentes, contudo, este número não é limitativo estando o seu crescimento relacionado com o reforço da estrutura existente.

Nesta atitude de resposta à comunidade foi igualmente criado em 2009 o Projeto Vida XXI (PV XXI) como projeto de proximidade das famílias, centrada nas crianças em idade escolar, do I e II Ciclos. Para além de acompanhamento escolar personalizado, trabalha-se uma relação com a família para avaliar as problemáticas de cada criança e potenciar as suas capacidades na perspetiva de um crescimento harmonioso a todos os níveis do seu desenvolvimento.